​Sempre se relacionou o uso de whey protein com ganho de massa muscular. Mas estudos recentes têm mostrado outros benefícios com o consumo do suplemento. Para falar sobre o assunto, entrevistamos um dos mais conceituados endocrinologistas de Brasília, o médico Flávio  Cadegiani.
 
De acordo com ele, entre os benefícios do whey estão a diminuição  da inflamação do corpo e a possibilidade de o suplemento ter ação anti-diabética. “Isso além de o whey acelerar a queima de gordura, impedir a perda de músculos e impedir ganho de gordura quando consumimos muitas calorias. E o mais importante: esses benefícios têm sido muito mais estudados em populações que tipicamente jamais tomariam o whey, como idosos, sedentários, obesos e diabéticos – e é exatamente onde o whey tem maior potencial de benefícios”, afirma.
 
 
A seguir, a entrevista com o especialista.
 
 
Muito se fala sobre a importância do whey para o ganho de músculos. Mas há também quem diga que ele pode engordar, caso seja consumido por quem não pratica exercícios físicos. Verdade ou mito?
 
Flávio Cadegiani – É um verdadeiro mito que o whey possa engordar em quem não pratique atividade física. O que engorda é comer demais! Principalmente carboidrato misturado com gordura (essa combinação que dá uma verdadeira sensação de prazer). O Whey protein, pelo contrário, acelera o metabolismo, faz com que não se perca músculos (talvez pelo fato de o whey prevenir a perda de um dos tecidos mais pesados do corpo, o músculo, tenhamos a sensação que o whey “desacelera” a perda de peso), ajuda a saciar, e inclusive impede ganho de gordura quando comemos muita besteira!
 
 
Quais outros benefícios do whey?
 
FC – Os trabalhos mais recentes têm demonstrado que o whey protein diminui a inflamação do corpo e pode ter ação anti-diabética. Isso além de o whey acelerar a queima de gordura, impedir perda de músculos e impedir ganho de gordura quando consumimos muitas calorias, como já exposto. E o mais importante, esses benefícios têm sido muito mais estudados em populações que tipicamente jamais tomariam o whey, como idosos, sedentários, obesos e diabéticos – e é exatamente onde o whey tem maior potencial de benefícios.
 
 
Existe alguma contraindicação? 
 
FC – Acreditava-se que o whey pudesse sobrecarregar os rins e o fígado, mas hoje se viu o contrário. A única contraindicação é quando o paciente já tem uma perda de função dos rins mas ainda não faz diálise, que o consumo de qualquer proteína, e não somente de whey, tende a ser limitado. Se o whey não for isolado, os intolerantes à lactose poderão ter sintomas.
 
 
Como ele deve ser consumido? E quantas vezes ao dia?
 
FC – O momento do consumo mais usual é após o treino, porém os trabalhos mostram benefícios do seu consumo antes do treino, e em demais horários do dia. Ao final de contas, a recomendação tem que ser individualizada, por um nutricionista ou por um médico, caso a recomendação seja médica.
 
 
O whey deve ser isolado?
 
FC – Os mais benéficos são os wheys isolados e hidrolisados, mas devido ao seu alto custo, se o whey for de boa procedência (o que muitas vezes é difícil de dizer), já está valendo!